ESTADO SOCIAL

Mais vale rico e saudável que pobre e doente

Pedro Passos Coelho ao Expresso

leave a comment »

Excelente entrevista.

… um poder de um partido e uma liderança afirmam-se na vitória que é legitimada no país. Uma liderança que não se afirma no país é um problema da liderança não das correntes do partido.

(…)

Estamos como quando Churchill, a seguir à guerra, disse que tudo o que tinha para oferecer era sangue, suor e lágrimas.

(…)

Podemos dizer que uma TAC hoje custa tanto em S. José como na CUF… Não, custa mais. Custa mais em S. José.

(…)

Não temos dinheiro para este sistema. Isto tem que ser dito. E quando digo não temos, não é o Estado, são os portugueses. O Serviço de Saúde, a Educação, o Seguro Social e os salários da Administração, isto junto consome já a totalidade dos nossos impostos e contribuições sociais. E ninguém dirá que o estado não é preciso noutras áreas. (…) Ou cortamos cegamente empurrados pela extrema necessidade ou cortamos com lógica de modo a defender os que têm menos recursos e a integridade e qualidade do serviço prestado.

(…)

Não ponho de parte que hospitais públicos tenham uma gestão privada. O Estado tem de ter benchmarks.

(…)

As PPP são um bom instrumento. Têm que ser bem utilizadas.

(…)

janelas que se vão fechar. A janela para o oriente através de Macau e Timor vai fechar-se se não a usarmos na próxima meia dúzia de anos. A janela para África. Outros, brasileiros, espanhóis, italianos, estão a usar essa janela. Para não falar do centro da Europa. E a língua deixará de ser uma barreira. Usamos muito a janela no caso angolano? Por desespero do mercado interno. Não houve uma estratégia nacional para agarrar oportunidades. O mesmo para o continente sul-americano.

(…)

A ligação com Espanha ocorreria por razões europeias. Mas não uma lógica externa, porque Espanha não é um mercado externo, é uma extensão do mercado português. Mercados externos estão na América do Sul, em África e no Oriente. E precisamos de ir para lá. 70%das nossas exportações estão na Europa e a Europa vai crescer miseravelmente nos próximos anos, tirando a Alemanha. Os dados do crescimento lento da Europa estavam disponíveis há 10 anos.

Written by PH

2010/11/28 at 23:30

Posted in Afinidades

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: